11 outubro 2019

Pretendo ainda ler (algum dia)


Não sei vocês, mas na minha cabeça, acho que todo leitor tem aquela celebre listinha de livros que quer muito ler, mas acaba deixando para depois. Aqueles livros que você tem certeza que vai ler algum dia, mas ainda não se decidiu quando. Vocês também são assim?

Hoje decide compartilhar com vocês a minha lista "Um dia ainda lerei". E claro, adoraria conhecer a lista de vocês.


① Vivendo perigosamente


Não sou uma leitora de livros de terror, mas confesso que tenho muita curiosidade de ler algum livro do Stephen King. Afinal, com toda a certeza, ele é a maior referência em se tratando de histórias de terror.
Entre o seus livros, o que mais tenho interesse em ler é Misery. Fala sério... essa sinopse é um MÁXIMO!!
Gênero: Terror
Sinopse: Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca. Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho.

A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.


② A curiosidade que há em mim

Tá, confesso que tenho um certo receio em ler livros clássicos. Mas durante as minhas andanças pela biblioteca do colégio perto de casa, me deparei com Crime e Castigo, um clássico russo. E quando li a sinopse... cara, a minha curiosidade foi a mil. Que crime ele cometeu? Ele vai mesmo conseguir se safar?
E é por isso que sem sombra de dúvidas esse livro não sai da minha lista.
Gênero: Romance
Sinopse: Publicado em 1866, Crime e Castigo é a obra mais célebre de Fiódor Dostoiévski. Neste livro, Raskólnikov, um jovem estudante, pobre e desesperado, perambula pelas ruas de São Petesburgo até cometer um crime que tentará justificar por uma teoria: grandes homens, como César e Napoleão, foram assassinos absolvidos pela História. Este ato desencadeia uma narrativa labiríntica que arrasta o leitor por becos, tabernas e pequenos cômodos, povoados de personagens que lutam para preservar sua dignidade contra as várias formas da tirania.


③ Emotiva que sou, já sei que irei chorar

Depois que minha amiga ficou me enchendo o saco um milhão de vezes (nem sou exagerada) para ler O Diário de Anne Frank, finalmente decide ler ao menos a sinopse do livro fiquei super interessada em conhecer a história, e claro, já estou me preparando emocionalmente para passar raiva com as atrocidades que aconteceram e chorar litros.
Gênero: Biografia
Sinopse: O depoimento da pequena Anne Frank, morta pelos nazistas após passar anos escondida no sótão de uma casa em Amsterdã, ainda hoje emociona leitores no mundo inteiro. Seus diário narra os sentimentos, medos e pequenas alegrias de uma menina judia que, com sua família, lutou em vão para sobreviver ao Holocausto.
Lançado em 1947, O Diário de Anne Frank tronou-se um dos maiores sucessos editoriais de todos os tempos. Um livro tocante e importante que conta às novas gerações os horrores da perseguição aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial.
Agora, seis décadas após ter sido escrito, este relato finalmente é publicado na íntegra, com um caderno de fotos e o resgate de trechos que permaneciam inéditos. Uma nova edição que aprofunda e aumenta nossa compreensão da vida e da personalidade dessa menina que se transformou em um dos grandes símbolos da luta contra a opressão e a injustiça. E consagra O Diário de Anne Frank como um dos livros de maior importância do século XX. Uma obra que deve ser lida por todos, para evitar que atrocidades parecidas voltem a acontecer neste mundo.


④ Quando a preocupação com o futuro bate a porta


Outro clássico, eu sei. Mas convenhamos que bate aquela curiosidade de ler esse tipo de livro, principalmente com o nosso atual governo.
Mas deixando esse negócio de política de lado... eu sempre ouço falar muito bem de Laranja Mecânica. Depois de tantos comentários, e de descobrir que é também uma distopia, fui logo acrescentá-lo a lista.
Gênero: Ficção científica / Distopia
Sinopse: Clássico eterno da ficção científica, Laranja Mecânica é um verdadeiro marco na história da cultura pop e da literatura distópica. Narrada pelo protagonista, o adolescente Alex, esta brilhante e perturbadora história cria uma sociedade futurista em que a violência atinge proporções gigantescas e provoca uma resposta igualmente agressiva de um governo totalitário.
A estranha linguagem utilizada por Alex, conhecida como Nadsat, merece destaque na obra, criada pelo próprio Burgess, fornece ao romance uma dimensão quase lírica.
A trama, que conta a história da violenta gangue de adolescentes que sai às ruas buscando divertimento de uma maneira um tanto controversa, incita profundas reflexões sobre temas atemporais, como o conceito de liberdade, a violência – seja ela social, física ou psicológica – e os limites da relação entre o Estado e o Individuo.
Ao lado de 1984, de George Orwell, e Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley, Laranja Mecânica é um dos ícones literários da alienação pós-industrial que caracterizou o século 20. Adaptado com maestria para o cinema em 1972 por Stanley Kubrick é uma obra marcante: depois da sua leitura, você jamais será o mesmo.


⑤ Que nerd de respeito nunca leu

Sendo sincera, não acho que possa me caracterizar como nerd. Mas pelo menos dessa vez, vamos considerar que sim, ok?
A clássica trilogia O Senhor dos Anéis é um marco para quem gosta de fantasia. Até o momento, apenas assisti aos filmes. E acho que justamente por ter gostado tanto dos filmes, fiquei interessada em ler os livros.
Gênero: Aventura / Fantasia
Sinopse: Numa cidadezinha indolente do Condado, um jovem hobbit é encarregado de uma imensa tarefa. Deve empreender uma perigosa viagem através da Terra-média até as Fendas da Perdição, e lá destruir o Anel do Poder - a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro.
Continuação de O Hobbit e início da trilogia O Senhor do Anéis, o livro revela como surgiram os anéis mágicos e como um grupo de magos, elfos e outros seres se formou para impedir que o maligno Sauron dominasse toda a Terra Média.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!