Resenha - Porcelana

Por Nahh lima - 16 maio


Classificação:
★★★
Título: Porcelana
Gênero: Romance Sobrenatural (hot)
Autora: Géssica Marques
Editora: Independente
Páginas: 253
Ano: 2016


Sinopse: 

Centralia é uma cidadezinha sombria, onde os cidadãos são muito supersticiosos. Eles acreditam que o mal habita a floresta que os cerca, e de fato eles não estão errados.

Está chegando o famoso evento na cidade, o Rubrum Luna, também conhecido como a Lua de Sangue. É comemorada uma semana de festa, sendo que no último dia é quando acontece o eclipse. Nessa época qualquer feitiço tem mais chance de sucesso.

Violet Demons está ansiosa para o festival, mas mal sabe ela que algo terrível está para acontecer. Ela irá descobrir mais sobre si mesma, e sobre todos os que acercam.

E o mais importante, descobrir quem quer tomar a sua vida.

Resenha: 

Como eu já falei, aqui no blog, algumas coisas sobre a capa, sinopse e as primeiras impressões que eu tive sobre o livro, deixarei o link do post aqui embaixo e tentarei não me repetir.



Aqueles que leram o post de primeiras impressões do livro já sabem que eu adorei a capa do livro e a sinopse. E também que os primeiros capítulos do livro me deixaram curiosa e intrigada, por ser um gênero que eu não tinha me aventurado até o momento.

Agora que terminei de ler todo o livro, estou aqui para concluir essas impressões e falar qual é o meu veredito.

Bem, resumidamente, eu classifiquei o livro como bom, pois, ele é uma leitura tranquila, rápida e tem alguns pontos do livro que realmente me pareceram ser bem interessantes, contudo,  ele tem alguns pontos que eu não gostei muito e num contexto geral, ele não me prendeu, não me chamou tanto a atenção.

Mas calma aí, não é só isso que eu tenho a dizer sobre o livro. Pra ficar mais simples resolvi citar esses tais pontos positivos e negativos.

Começando pelos pontos positivos... gostei bastante dos personagens, Sona e Dorian, da relação dos dois, principalmente do Dorian provocando a Sona. Foi algo bem divertido no livro.

Outro personagem que gostei no livro foi a vilã, a Elena. Gostei de tudo o que ela faz quando a Violet ainda era uma criança, e do que ela  faz após retornar muito tempo depois, inclusive o que acontece com ela e a sua filha. Essa personagem realmente se encaixou bem no papel de vilã.

Quanto aos trechos dos livros, as partes hots são boas e a história do passado da Violet, juntamente com o passado dos outros personagens é algo a se contar como um ponto positivo.

Contudo, o que mais me chamou a atenção foi um dos aspectos da Violet, uma habilidade que ela possui e tem relação com a sua descendência. Isso foi algo que achei interessante... não sei se tem haver, se foi daí que foi tirado a inspiração, mas a habilidade da Violet, devido a sua descêndencia, me pareceu muito com uma personagem do anime Fairy Tail que eu havia assistido há algum tempo atrás. A personagem Mirajane, quando ele passa transformação de Satan Soul.

Esse é o trecho do livro mais empolgante, com mais ação, com as pessoas confessando os seus sentimentos e aproveitando o que talvez venha a ser a sua última oportunidade de se expressar.


Já com relação aos pontos negativos, o que eu tenho a dizer é que eu não me apeguei muito a personagem principal, Violet, nem pelo seu par amoroso, Aeron. Outra coisa que não gostei, é que tiveram partes na história que me deixaram muito confusa, como o fato da história se passar no século XVIII e as roupas dos vampiros ser diferente daquela usada na época, mesmo sendo dito depois que é porque os vampiros são mais evoluídos que os humanos.

Quanto ao final do livro, foi um aglomerado de acontecimentos, tudo ao mesmo tempo, todo mundo resolveu tirar vários poderes da cartola. Os vampiros não são só vampiros, eles também tem outros poderes, a descendência de um tem um poder enquanto que a descendência de outro tem outro poder.

Gostei dessa proposta de descendência e dos poderes. Essa foi a parte do livro que teve mais ação e que me deixou mais empolgada, porém, foi tudo jogado no fim, toda a história de descendência, todos os poderes, só apareceram no fim.

Concluindo minhas impressões, posso estar um pouco equivocada, mas acredito que não haveria a necessidade da história se passar no século XVIII. Talvez se ela se passasse nos tempos atuais poderia ser mais interessante, assim não haveria necessidade de mudar as roupas. E como última observação, quero dizer que não entendi qual o sentido do começo da história com o final... é como se no começo estivesse acontecendo uma encenação, sem platéia, e  no final é contado a história real.

Novamente, gostei da proposta para o livro, de no começo alguns personagens se passarem por outros e só mais pra frente, na história, é que é contado a verdade. Contudo, acredito que se esse começo fosse contado de outra forma, tornaria a história menos confusa.

Bem, de qualquer forma, essas foram as minhas impressões e opiniões quanto ao livro. Acredito que se você leu a sinopse e gostou, talvez seja interessante você ler o livro e tirar as suas próprias conclusões, afinal, cada um tem o seu gosto.

Por fim, espero que tenham gostado da resenha de hoje e que eu tenha conseguido ser clara quanto as minhas opiniões.

Para acompanhar a autora e as sua outras obras é só acessar os links abaixo.

BLOG          FACEBOOK

E não deixem de conhecer os contos que a autora já publicou. É só clicar nas imagens para ser direcionado.

CONTO - MEU VIZINHO SEXY          CONTO - O PECADO DE EVA

Até a próxima!!

  • Compartilhar:

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

1 comentários

  1. Olá!
    Gostei muito da resenha, você realmente foi sincera e eu gosto disso!
    Estou reescrevendo Porcelana e espero poder arrumar todos estes empecilhos e tornar a história melhor *o*

    Beijinhos.

    www.cantinhogeek.com

    ResponderExcluir