25 abril 2018

Herdeiros de Sangue | Edição física do livro já está à venda


A todos que acompanham a carreira da autora Bianca Gulim, que já leram Sobreviventes do Caos e amaram a história, e a todos os que amam o gênero de Distopia, hoje tenho uma notícia que muito boa para compartilhar...

Herdeiros de Sangue, segundo livro da Trilogia 2323, finalmente está com a sua versão física disponível para compra. Agora, você pode adquirir o seu exemplar por apenas R$ 30,00 (com frete grátis) e ele ainda vem acompanhado de diversos mimos. Veja a listinha a mimos a seguir...

1 Marcador magnético
2 Marcadores de pingente
Diversos marcadores de papel
LIVRO AUTOGRAFADO

Para adquirir o livro, basta acessar o link a seguir. As formas de pagamento disponíveis são: débito, crédito e boleto bancário, ou se preferir, pode entrar em contato diretamente com a autora e efetuar depósito em conta.



Sinopse:

Após a revelação do seu verdadeiro inimigo, Celine percebe que a guerra anunciada está cada vez mais próxima. Enquanto se prepara para o inevitável confronto, ela descobre que habilidades em combate não serão suficientes para garantir a vitória. Com um exército pequeno e quase nenhum armamento, a guerreira terá que enfrentar difíceis negociações para conquistar alianças necessárias.

Em uma reviravolta inesperada, um traidor é descoberto. As consequências dessa traição fazem com que Celine precise, mais do que nunca, lutar pela própria vida. Mas também lhe dá a oportunidade de conhecer as motivações por trás das ações do seu maior inimigo. Quando essas informações vêm à tona, superar os rancores do passado se mostra um feito impossível.

 Guiada por seu desejo de vingança, Celine começa a enxergar sua benevolência como uma fraqueza. E em 2323, os fracos não sobrevivem. Na guerra, é matar ou morrer. Ela escolheu matar.

Prepare-se para continuar perdendo o fôlego nessa alucinante sequência de Sobreviventes do Caos. O toque de romance sexy em um enredo repleto de ação vai conquistar você.

Gênero: Distopia
Páginas: 270
Série: Trilogia 2323
Volume: #2
Comprar (físico): PagSeguro
Comprar (E-book): Amazon

Caso ainda não tenha lido o primeiro livro da trilogia, deixarei a seguir alguns links para que possa conhecer um pouco mais sobre a obra e adquirir o seu exemplar...


Para ficar por dentro de todas as novidades sobre a autora e as suas obras, confira os links abaixo...

INSTAGRAM          FANPAGE          SKOOB          WATTPAD          SITE

  

Resenha - O Cão que Guarda as Estrelas


O mangá é dividido basicamente em duas partes, a primeira, intitulada O Cão que Guarda as Estrelas, é sobre a amizade de um senhor (citado apenas como "papai") e o seu cachorro (Happy), e a jornada que eles fazem juntos. E a segunda parte, intitulada Girassóis, conta a história do Okutso, um agente social, e vem falar um pouco sobre a questão de ficar preso a certos sentimentos e não conseguir seguir em frente. Contudo, mesmo se tratando de histórias diferentes, ambas acabam se entrelaçando e compondo o mesmo enredo.

P.s.: Nessa resenha acabei focando as minhas impressões apenas da primeira parte do mangá, pois foi a que mais me impactou. Só acabei percebendo isso no final da resenha, portanto, sinto muito :/


Na primeira parte do mangá, conhecemos o Happy. Ele estava em uma caixa, aguardando ser adotado por alguém, e então, uma garotinha o vê e o leva para casa. A partir daí, ele começa a conhecer os membros da família da garotinha, Miku, e se acaba se tornando membro integrante dessa família.
Tomei um susto tão grande que acabei mordendo o papai. Esse foi o nosso primeiro encontro.
No começo tudo estava bem, eles pareciam formar uma família feliz. No caso do "papai", ele tinha um posicionamento bem "peculiar", digamos assim, com as coisas em sua vida. Para ele as coisas estavam tudo bem, por isso ele não se preocupava em ser o melhor, em fazer o melhor, apenas o necessário. Também não era de discutir, brigar, apenas aceitava o que quer que fosse, e quando pediam a sua opinião ele sempre dizia “faça o que quiser”. E talvez esse tenha sido o problema. Entenda, não estou dizendo que foi culpa só dele, mas com certeza, acredito que foi um motivo.

Como eu havia dito, no começo tudo estava bem, mas ao longo do tempo as coisas mudaram, ele perdeu o emprego e, foi deixado pela esposa e filha, restando, no final das contas, apenas ele e o Happy.

Sem família, emprego, ou um local para morar, eles acabam embarcando em uma jornada para o sul, para a terra natal do "papai". E assim começa essa emocionante jornada da dupla.
Quando as coisas vão mudando aos poucos, depois de alguns anos, acabam mudando bastante.
Com relação a esses primeiros acontecimentos, dois pensamentos se fixaram na minha mente. O primeiro é que fiquei revoltada quando a mulher dele o abandonou, e ainda no momento em que ele mais parecia precisar. Tento não julgá-la tanto, é claro, pois considero que apesar de a hora ser bem inoportuna, esse já era um pensamento que passava em sua mente, o seu relacionamento já não era mais o mesmo, ele foi desgastado com o tempo, e o fato de o seu marido não demonstrar se importar com as coisas, talvez um pouco indiferente, tenha feito as coisas acabaram dessa forma.

E o segundo é que, apesar das dificuldades enfrentadas o "papai" nunca sequer cogitou em abandonar o Happy, e isso foi uma das coisas que mais me fizeram admirá-lo.
Você é um "cão que guarda as estrelas". É uma expressão muito usada para descrever uma pessoa que sonha muito alto. Você fica sempre olhando para algo impossível de ter, como as estrelas. "Guardar" também significa ficar sempre de olho em algo.
Acredito que se eu fosse resumir esse mangá em apenas uma frase eu diria que ele é “um história singela e profunda”. Singela porque é uma história simples, não tem muita complicação, não tem muito mistério, mensagens para decifrar nas entrelinhas. Ele é simples e direto. E profundo, porque por mais que ele não tenha uma história muito complexa, o autor conta o trajeto da dupla e a sua interação de uma maneira tão suave e ao mesmo tempo tão intima e cotidiana, que acabamos nos identificando com os personagens e compartilhando de suas emoções. Além disso, ele trás diversas mensagens e situações para que reflitamos sobre.
Você deseja, deseja e mesmo assim não consegue realizar. Mas é por isso que continua sonhando. Só isso. Enquanto viverem, todas as pessoas são "cães que guardam as estrelas."
O começo do mangá, é basicamente o fim da primeira história (isso é bem óbvio), já que nas primeiras páginas vemos a polícia em volta de um carro no matagal onde foram encontrados dois corpos, um de um homem e o outro de um cachorro. Mas mesmo assim, a história me conquistou de tal forma, eu fiquei tão apaixonada pelos personagens, que ao final fiquei triste, querendo que não acabasse ali, que a história fosse uma daqueles fantasias onde tudo acaba bem, onde o personagem percebe que estava apenas sonhando. Mas infelizmente, ou felizmente, não foi assim que aconteceu. De qualquer forma, a história é emocionante, tanto que, quando eu li o mangá, devo confessar que acabei chorando com ele.

Acredito que esse fato se deve, principalmente, a forma como o autor decidiu dar vida ao cachorro e voz aos seus pensamentos, de uma forma tão pura, inocente e fiel, que não tem como não sentir vontade de amá-lo e protegê-lo. Quanto ao senhor, ele com certeza me surpreendeu pela sua bondade, amor, cuidado e fidelidade para com o seu parceiro de aventura, e também com outras pessoas.

Essa com certeza é uma história que indico veementemente que leiam, pois ela é bem curta, então podem terminá-la bem rápido, e ao mesmo tempo é uma história tão gostosa que tenho certeza que aquecerá os seus corações. Espero mesmo que, ao ler o mangá, ele consiga tocá-los tão profundamente como ele fez comigo.
FICHA TÉCNICA

Nota do crítico: ★★★★★
Título: O Cão que Guarda as Estrelas
Outros títulos: Hoshi Mamoru Inu
Volume: Único
Capítulos: ------
Gênero: Aventura / Drama / Ficção
Autor/Organização: Takashi Murakami
Editora: JBC
Selo: ------
Páginas: 132
Ano: 2014 (Brasil)
Sinopse: Acompanhe a emocionante aventura de um homem que, sem emprego, abandonado pela esposa e diagnosticado com uma grave doença, parte - acompanhado somente de seu cachorro - em uma viagem pela costa em direção ao interior do Japão e de um lugar que ambos possam chamar de "lar".
Escrito por Takashi Murakami e publicado originalmente em 2008, "O Cão que Guarda as Estrelas" é um romance único, numa narrativa simples e profunda, que revela traços de uma grande amizade, companheirismo e solidão.


23 abril 2018

Elementar | Conheça a nova obra das autoras Josy Stoque e Juliana Mendes


As autoras Josy Stoque e Juliana Mendes, resolveram se unir para nos agraciar com mais uma de suas histórias, dessa vez inspirada no lendário personagem da literatura, Sherlock Holmes.

Pelo que já foi anunciado, a história já está concluída, apenas aguardado a data de lançamento, que está prevista para 07 de maio, na Amazon.

Mas enquanto o livro não é lançado na plataforma, quem quiser conferir esse novo romance erótico-policial das autoras, pode ler gratuitamente a história acompanhando as publicações semanais no Wattpad, que acontecem três vezes por semana, todas as segundas, quartas e sextas, às 18 horas.

Confira a seguir mais informações sobre o livro...


Sinopse:

O excêntrico detetive particular Santiago Hipólito é conhecido por sua mente diferenciada, seu olhar aguçado e seu grave problema de comportamento. Volta e meia é chamado pela polícia local para solucionar crimes insolúveis como consultor. Um caso de serial killer, que de longe é seu trabalho preferido, coloca em seu caminho a doutora Jeane Werner, a única vítima sobrevivente e uma pista viva dos horrores causados pelo assassino em série. Mais do que instigado a aceitar o caso, Santiago irá se envolver com a cliente muito mais profundamente do que sua imaginação poderia deduzir e descobrirá que Jeane é elementar à sua existência, quase sempre tediosa.

Gênero: Erótico / Policial / Romance
Páginas: 150
Leia gratuitamente: Wattpad
Lançamento: 07 de maio na Amazon


Resenha #94 - Cartas Secretas Jamais Enviadas


Se tivesse que resumir esse livro em apenas uma palavra, eu diria "Surpreendente", pois ele me surpreendeu, positivamente, de diversas formas.

A primeira surpresa que tive foi ao descobrir a idade da Emily Trunko, que apesar de ser tão nova, já criou projetos maravilhosos. Para quem não sabe, eles se tratam de 2 páginas no Tumblr, uma é a Dear My Blank e a outra é The Last Message Received, sendo que ambas, mais tarde, acabaram dando origem aos livros Cartas Secretas Jamais Enviadas e Últimas Mensagens Recebidas, respectivamente. 

Ambos os projetos da Emily, são uma forma de ajudar as pessoas a lidar com os seus sentimentos, com as suas dificuldades. De buscar ajuda, conselhos, ou até mesmo, apenas uma forma de extravasar suas emoções.


Neste livro a autora reuniu diversos textos que foram enviados para o tumblr Dear My Blank e os separou em tópicos, como por exemplo: traição, família, perda, amor, amizade, entre outros. Em cada um desses tópicos, a Emily fez um compilado de textos que fala sobre o tema.

A cada página virada do livro, acompanhamos uma nova história, somos levados a compartilhar com o autor do texto (anônimo) uma nova emoção, vivenciar com ele as suas frustrações, suas felicidades... enfim, um pouco da sua vida que ele compartilhou em sua carta/mensagem.


A ideia central das "cartas" é realmente isso, ser uma forma de desabafo, já que, como o nome do livro já diz, são cartas que nunca serão enviadas aos seus destinatários, mais que precisavam ser escritas, pois o autor precisa extravasar esses sentimentos. E elas foram compartilhadas, justamente, porque talvez, só talvez, elas podem servir de ajuda para outras pessoas que estão passando pela mesma situação.

Eu, particularmente, amei o livro por isso, pois os textos são reais, são pessoas que passaram por isso e resolveram compartilhar. São histórias que muitas vezes nos fazem se identificar. São histórias tristes que nos fazem pensar e refletir. São histórias felizes que nos fazem sonhar e querer também compartilhar essa sensação. São histórias de superação, histórias que nos chocam e nos fazem ficar alarmados.

Cada página do livro é uma nova surpresa. Ele é recheado de diversos assuntos, desde amores não correspondidos e confissões, à relatos sobre pessoas próximas que se suicidaram, ou sobre culpa, depressão, e muito mais. 

É realmente uma leitura gratificante!!


Quanto a diagramação e capa, bem... acho que já deu para perceber pelas fotos que o trabalho da editora com o livro foi simplesmente sensacional. Em uma edição em capa dura, bem colorida, variando entre o verde, azul, branco e preto, a editora trabalhou com extremo capricho em cada um dos textos, utilizando-se de diversas imagens e ilustrações, para dar ênfase para cada mensagem/história, além de uma gama de fontes diferentes para dar destaque aos seus textos.


Se até agora você não percebeu, deixarei de forma mais clara que "EU SUPER RECOMENDO a leitura desse livro".

Ahh, e antes de encerrar essa resenha, também gostaria de comentar mais algumas coisas que existem no final desse livro. A primeira é que o livro ainda traz um espaço para que você possa escrever a sua própria carta nele. E caso queira, ainda faz um convite e explica direitinho como fazer para enviar os seus textos para o tumblr Dear My Blank.

E a última coisa, extremamente importante, é que ele traz em suas últimas página, uma página dedicada a passar um recado. Que, se você conhece alguém com depressão, que não exite em ajudar essa pessoa. E ainda, traz alguns telefones e sites para você entrar em contato para obter ajuda.
  
FICHA TÉCNICA  

Nota do crítico: ★★★★★
Título: Cartas Secretas Jamais Enviadas
Série: ------
Volume: Único
Gênero: Jovem Adulto / Não-Ficção
Autor/Organização: Emily Trunko
Editora: Schwarcz S.A.
Selo: Seguinte
Páginas: 200
Ano: 2018
Sinopse: Você já desejou poder voltar no tempo e dar conselhos para si mesmo? Já quis ter coragem de falar como é forte o amor que sente por alguém? Alguma vez já se perguntou por que uma pessoa importante na sua vida parou de falar com você? A partir de contribuições anônimas, Emily Trunko reuniu nesta coletânea cartas que revelam segredos profundos de quem as escreveu. Afinal, muitas vezes o único jeito de lidar com nossos sentimentos mais intensos — seja um amor incondicional ou uma perda irreparável — é botando tudo no papel. A leitura destas cartas nos permite mergulhar na vida de seus remetentes e, ao mesmo tempo, redescobrir nossa própria história e perceber que, mesmo nos piores momentos, não estamos sozinhos.