15 junho 2019

Sotus | Um projeto FanmadeBL


Olá meus amores! Estou morrendo de empolgação hoje, por estar trazendo esse post aqui para o blog para apresentar pra vocês esse projeto incrível.

Mas primeiramente, para contextualizar, vamos falar sobre o FanmadeBL.


FANMADEBL


O FanmadeBL é um grupo de pessoas maraaavilhosas que tem como objetivo dar a nós do Brasil a oportunidade de ter na estante as histórias dos BL's que tanto amamos.

O grupo, que conheci através da Isadora (Blog Ler é Literário), é focado em trazer Novel's Tailandesas (Thai). Entre os seus projetos lançados está Duas Luas (2Moons), que já está na minha estante (lindo e maravilhoso). E além desse temos Duas Luas 2, que está em processo de produção, e Sotus, que está com formulário aberto para pré-venda.

Pontos importantes:

  • O FanmadeBL só trabalha por pré-venda;
  • Os projetos são feitos de fã para fã, portanto, é preciso ter paciência com o prazo de entrega dos livros. E é preciso ter em mente que pode haver erros gramaticais.
  • Sobre minha experiência: o meu livro de Duas Luas demorou um bom tempo pra chegar, mas quando chegou me surpreendeu bastante, pois não só a capa como também a diagramação ficou muito linda. O único problema que encontrei foram erros gramaticais, mas a mim isso não incomodou tanto, pois estava super feliz de ter essa belezura na estante.

Conheça mais do projeto através das redes sociais... 

INSTAGRAM    |    TWITTER


Agora que já apresentei o FanmadeBL pra vocês, vamos agora falar do ponto principal desse post, do maravilhosamente incrível projeto Sotus (volume 1), que é uma história queridinha do meu core♥.


PROJETO SOTUS


Sinopse:

Kongpop, um rapaz falante, incapaz de aceitar a injustiça, é um dos calouros da faculdade de engenharia. Arthit, um veterano marrento e mandão, é o responsável pela orientação do trote esse ano.

Entre brigas, conflitos e copos de leite rosa, Kongpop e Arthit criam uma relação, que apesar de inusitada, é mais forte do que qualquer outra.

Informações importantes:

  • Preço: R$79,00 ( livro R$64,00 e frete R$15,00)
  • Abertura do formulário: 17 de maio
  • Encerramento do formulário: 19 de julho
  • Entrega dos livros: final de agosto (previsão / pode haver alterações do prazo)
  • Formas de pagamento: cartão de crédito, boleto e transferência/depósito bancário
  • É sempre importante ressaltar que leiam atentamente e preencham com cuidado o formulário

Agora a parte mais importante, o link para o formulário...





14 junho 2019

Golden Boy: a vida é muito mais do que aquilo que está ao alcance dos olhos


Golden Boy é um anime em formato OVA baseado no mangá escrito por Tatsuya Egawa e publicado pela revista japonesa Shueisha. A história conta a vida de um jovem chamado Oe Kintaro, sua bicicleta e as experiências que carrega consigo após cada aventura vivenciada. Totalmente cômico, o anime também inclina-se para um viés apelativo sexual, abordando sobre alguns “relacionamentos” que o personagem constrói com algumas mulheres que surgem no decorrer da trama.

Sinopse da animação

Oe Kintaro é um jovem de 25 anos que decidiu abandonar tudo o que o prendia a uma vida trivial e monótona. Kintaro fazia faculdade, mas estava cansado do que via dia após dia e de como as coisas pareciam permanecer sempre na inércia, então ele decide sair e aproveitar a vida da melhor maneira possível. Com sua bicicleta, ele decide sair Japão a fora para descobrir novas pessoas, novos lugares e aprender um pouco de cada profissão.


Por que Golden Boy desperta em nós o desejo de liberdade?

Acredito que eu não sou o único quando digo que gostaria de sair mundo a fora, sem destino, apenas aproveitando cada momento da minha estadia em lugares exóticos e paradisíacos. Essa sensação de liberdade vivenciada e apresentada por Kintaro, faz com que pensemos que, talvez, esta ideia seja possível.

Kintaro mostrou, diversas vezes, ser bastante competente naquilo que era incumbido a fazer, o que traz à tona outro ponto: a percepção do ponto de vista de cada um sobre uma determinada pessoa. Em alguns trabalhos que Kintaro conseguiu, ele era subestimado por acharem que ele era apenas um vagabundo sem ter o que fazer. Ao final do seu tempo em cada lugar por onde passava, ele saia deixando sua marca, um fragmento de saudade e a prova convicta de sua competência. Isso aguça em nós a sensação de poder ser tudo o que quisermos, basta apenas acreditarmos em nosso potencial.


A lição mais valiosa de Golden Boy

Sobretudo, Kintaro ensina uma lição valiosa nos dias caóticos e distópicos de hoje. Ele apresenta um estilo de vida alternativo, onde não há a necessidade de seguir um paradigma social. Existe uma vida além dessa que conhecemos. Escola, faculdade, empresa. A vida não se restringe somente a isso, e Kintaro faz questão de provar isto nesta animação.


Considerações finais

Por fim, gostaria de externar o quanto eu gosto e admiro este anime. Uma pena ele ser tão curto. Todavia, existem os dois lados: de certa forma é mais prático e rápido, então se pode finalizar sem muita procrastinação. Por outro lado, é curto e o que sobra ao final é a sensação de quero mais. Sendo as alternativas positivas ou não, o que importa é que esse anime deve ser assistido.

FICHA TÉCNICA
Nota do crítico: ★★★★★♡
Título: Golden Boy
Outros títulos: Gōruden Bōi
Episódios: 06
Gênero: Aventura, Comédia sexual
Autor/Organização: Tatsuya Egawa
Estúdio: Production I.G
Selo: ------
Ano: 27 de Out/1995 – 28 de Jun/1996
Sinopse: Kintaro Oe é um rapaz de 25 anos que toma uma estranha decisão. Ao invés de passar sua vida preso em escritórios, tentando estabelecer uma carreira dentro de uma empresa, ele decide viajar pelo Japão pedalando sua bicicleta e fazendo “bicos” aqui e ali.


13 junho 2019

13.6.19 0

Crítica - Para todos os garotos que já amei


Gente, já quero começar dizendo que doce de filme! Eu não li a série de livros, então fui assistir as cegas e curiosa. 

Pra quem como eu não leu os livros, o filme vai contar a história de Lara Jean (Lana Condor), uma adolescente do ensino médio, que tem como seu maior tesouro cartas que ela escreveu para todos os garotos que já amou, essas cartas são de muito tempo atrás, quando era bem mais nova. Porém, ela guarda essas cartas, todas endereçadas, mas que jamais serão enviadas, é só uma lembrança dos seus amores. 

E é aí que acontece algo inesperado, as cartas de alguma forma são enviadas aos destinatários e esses garotos começam a aparecer pra falar com ela - imagine a situação gente - e ela fica totalmente desesperada. 

A partir daí, a gente acompanha Lara Jean e sua mudança total de vida depois que essas cartas foram entregues, acontece algumas coisas que jamais aconteceriam caso as cartas continuassem escondidas naquela caixinha no seu armário. Mas a coisa principal é a entrada de Peter (Noah Centineo) o garoto popular do colégio - e muito lindo - na sua vida.


Bom, pra não dar spoiler, chega de contar a história haha'. O estilo do filme gente, é aquele romance doce de adolescente, água com açúcar, daqueles que você fica suspirando e sonhando que alguma coisa assim possa acontecer com você também - como parar de suspirar eu não sei. 

A trama te leva fácil e nem dá pra perceber o tempo passando, a não ser no final quando você deseja que tenha maaais. 

Não tem grandes acontecimentos, nem grandes reviravoltas ou muito drama, não é um filme de tirar o fôlego, é um filme de singulares suspiros e muitas cenas fofas. Pra você que gosta de filmes doces, com toda certeza vai gostar de Para todos os garotos que já amei.

Quem já assistiu, please, me conta se também ficou com o coração quentinho. 
FICHA TÉCNICA    

Nota do crítico: ★★★☆♡
Título original: To All the Boys I've Loved Before
Origem: Estados Unidos
Gênero: Romance 
Duração: 99 min
Trailer: Clique Aqui
Direção: Susan Johnson
Ano: 2018
Sinopse: O longa original Netflix acompanha a história de Lara Jean Song Covey (Lana Condor) uma jovem muito sonhadora e cheia de amores platônicos. Lara escreve cartas como uma forma de se despedir dos amores passados, uma forma de exorcizar seus sentimentos. Porém essas cartas não são escritas para serem entregues, ela as guarda em uma caixa de chapéu dada pela sua falecida mãe, quando ela ainda era criança. Porém, em uma reviravolta as cartas são enviadas e a protagonista terá então que lidar com o passado e com sentimentos ainda adormecidos.



12 junho 2019

Primeiras impressões: Pluto | Um mangá em tributo à Osamu Tezuka e sua grande obra Astro Boy

Osamu Tezuka foi um dos mangaká mais influentes do japão, que impulsionou esta indústria a outros patamares.


Pluto é um mangá baseado na grande obra de Osamu Tezuka, Astro Boy, e discorre sobre a vida de um renomado detetive policial robô da Europol chamado Gesicht, que é incumbido de solucionar um terrível esquema de assassinatos.

O renomado inspetor Gesicht

Embora um robô, a história apresenta Gesicht como uma pessoa normal, levando uma vida normal. Ele possui uma casa, uma família e um emprego rentável e respeitado. A personificação do detetive é aparentemente humana, sobretudo, Gesicht é apenas um robô a serviço da sociedade. Mas nem todos os robôs possuem esta forma. Muitos tem uma aparência mecanizada, que refere-se exatamente a alusão que se tem quando se escuta o termo "robô".



Os assassinatos repentinos sem precedentes

O inspetor Gesicht é convocado quando, de forma repentina, dois assassinatos ocorrem: a morte de um robô considerado um simbolo nacional e um homem representante e ativista dos robôs. De alguma forma esses crimes estão interligados entre si. Alguém não deseja ver essa coexistência entre humanos e robôs, afinal, qual outro motivo esta pessoa teria para cometer tal atrocidades?! Para tal, Gesicht foi acionado. Além de várias suspeitas, o criminoso sempre deixa uma marca registrada no local do crime, o que potencializa a ideia de que, quem matou o homem e estraçalhou o robô, é a mesma pessoa.


Traços artísticos e considerações iniciais sobre a obra

No tocante a arte gráfica do mangá, os traços possuem uma sutileza e delicadeza em cada quadro e expressão dos personagens. Não sendo tão extraordinário, mas ao mesmo tempo não entregando uma qualidade de baixo nível. A respeito da história, pode-se dizer que é mais uma daquelas que te pegam de surpresa e te envolvem na trama e só te largam após a última palavra, da última linha do último parágrafo. Envolto por mistério e ação, Pluto, com certeza, é uma ótima indicação de leitura para os adeptos ao gênero e também aos marinheiros de primeira viagem.

FICHA TÉCNICA 

Nota do crítico: ★★★★★♡
Título: Pluto
Outros títulos: Purūtō
Volume: 1

Capítulos: 7
Gênero: Mistério, ficção científica, thriller
Autor/Organização: Naoki Urasawa, Osamu Tezuka (criador original) e Takashi Nagasaki (co-autor)
Editora: Panini Comics, Planet Mangá
Selo: ------
Páginas: 163
Ano: 9 de Set/2003 – 5 de Abril/2009
Sinopse: Em um mundo onde humanos e robôs coexistem, o poderoso robô Mont Blanc foi destruído. Ao mesmo tempo, um importante ativista protetor dos direitos dos robôs é assassinado. Os dois incidentes apresentam algo em comum nos locais dos crimes: chifres colocados nas cabeças das vítimas. Gesicht, um competente investigador da Europol, está prestes a enfrentar o mais tenso e complexo trabalho de sua carreira, no qual ele também é uma vítima em potencial: um dos robôs mais poderosos do mundo.


10 junho 2019

Resenha #120 - O Menino Anjo


O Menino Anjo é um conto infantil, que apesar de curto, trás uma história muito doce e gostosa de se ler, recheada de ensinamentos para os pequeninos (e para os adultos também).
Meu paizinho se chama Jesus, e ele me enviou aqui para ajudar vocês. Disse que vocês precisavam de mim para voltar a enxergar a luz em seus corações. — Seu olhar era sereno e o sorriso transmitia paz ao dizer tal coisa.
Eu, particularmente, decidi ler o conto por causa da capa que achei uma fofura, mas durante a leitura acabei me surpreendendo com a delicadeza da história, que nos faz imaginar um menino anjo, inocente e puro, vindo a Terra para transmitir as mensagens de seu Pai.

E a mensagem principal que ele nos trás é o amor, amor consigo mesmo e com o próximo. Além disso, também relaciona as crianças como verdadeiros anjinhos, que trazem luz a vida das pessoas.


Como o conto é em e-book, não tem muito que eu possa falar a cerca da diagramação, mas mesmo assim, gostaria de ressaltar que a autora teve o cuidado de colocar pequenas asinhas de anjo como detalhe no começo dos capítulos, o que ressaltou ainda mais o traço angelical da história.

FICHA TÉCNICA  

Nota do crítico: ★★★☆♡
Título: O Menino Anjo
Série: ------
Volume: Único
Gênero: Conto / Fantasia / Infantil
Autor/Organização: Giuliana Sperandio
Editora: ------
Selo: ------
Páginas: 20
Ano: 2018
Sinopse: Era uma vez... Um vale que se chamava "Vale da Desesperança". Os seus moradores viviam as suas vidas sem luz da bondade, sem amor e sem sonhos. No vale não haviam mais nascimentos e nem crianças. Mas um dia um clarão iluminou o céu e fez resplandecer a esperança.

Se estiver curioso, chega mais perto, venha cá. Tenho uma linda história para lhe contar...