21 janeiro 2019

Resenha #107 - Casulo (conto)


Casulo é mais uma das obras da minha querida e melhor amiga, Janaína Flores, e a sua primeira publicação por meio de uma editora. Ele foi publicado junto com contos de diversos outros autores, na antologia, Quando a escuridão bate à porta, da Editora Sinna.

Apesar de curto, o conto Casulo traz uma história carregada de emoções e uma mensagem para guardar e levar para a vida.
Não quero que tenham pena de mim, não quero que me questionem apenas para se sentirem melhores consigo mesmos e poderem dizer que fizeram algo porque não, não fizeram.
Na história, somos apresentados a Júlia, uma jovem atormentada pela dor e culpa. Ela sente como se tivesse se perdendo, como se não tivesse mais esperança para si mesma.

No decorrer da história, acabamos descobrindo o porquê dela se encontrar nesse estado e percebemos que ter alguém ao nosso lado, alguém que se importe realmente conosco, pode ser crucial.
Desde então, Ju, entendi que a dor pode nos ajudar e não nos arruinar.

Eu sei que o conto é bem curtinho, mas eu realmente amei a história e até que, de certa forma, me identifiquei com alguns sentimentos da Júlia.

Em minha opinião, a autora teve bastante êxito em expressar a dor e desespero que a Júlia estava sentindo, e nos fazer imergir na história. Em transmitir o sentimento de desesperança da personagem, por mais que ela desejasse sair do ponto no qual ela se encontrava.
— Você não precisa se livrar da dor, precisa apenas transformá-la em amor.
Mas o conto não fala só de dor, seu ponto principal é o amor, e a mensagem de que com ele podemos superar as adversidades da vida. E nesse aspecto, a contextualização da história da personagem, seu passado e sua família, foram bastante importantes para dar um ar amável ao enredo.
Precisava apenas que alguém me mostrasse que ainda havia tempo, que podia ver esperança e que não estava tudo perdido. Que o teto acima da minha cama não sabia de nada, e que eu podia fazer muito mais com a minha dor do que me destruir. Podia usá-la para me curar.
Eu resumiria esse conto como uma história doce e profunda. Com um sentimento forte de dor e tristeza, que se transforma em algo como... superação e esperança.

Realmente, vale a pena conferir essa história!!

FICHA TÉCNICA  

Nota do crítico: ★★★
Título: Casulo (conto)
Série: ------
Volume: Único
Gênero: Conto / Drama
Autor/Organização: Janaína Flores
Editora: Sinna
Selo: ------
Páginas: 5
Ano: 2018
Sinopse (da antologia): Quando as pedras no caminho impedem a travessia e as sombras da depressão engolem as almas atormentadas, resta apenas o desespero dos inocentes e o verdadeiro filme de terror se inicia.
As feridas abertas causam dores insuportáveis, deixando somente lágrimas e, no fim, a sombra da morte encerra toda a luz interior. Na coletânea de contos “Quando a escuridão bate à porta”, cada escritor expressa bem estes sentimentos com personagens instigantes à espera de alguém para levá-los a um banho de sol.


2 comentários:

  1. Olá Nahh!!!
    Eu li a antologia por completo, pois recebi o e-book da Sinna e fiquei surpresa quando descobri que a Jana é autora. É muito talento num blog só ;)
    Eu gostei do conto dela e adorei que ela algo bom por conto, na verdade a antologia toda é uma lição.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa
      Pois é, a Jana adora escrever e tem o sonho de se tornar uma autora renomada (tô torcendo por ela).
      Confesso que não li toda a antologia ainda, apenas o conto da Jana. Mas se todos os contos seguem a mesma proposta, tenho certeza que serão muito bons.

      Beijos!!

      Excluir

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!