Análise - Assassin's Creed IV - Black Flag

Por Henrique - 16 julho


Classificação:
★★★★★
Título: Assassin's Creed IV - Black Flag
Série: Assassin's Creed
Gênero: Ação e aventura
Produtora: Ubisoft
Plataformas:PS4, Xbox One, PS3, Xbox 360 e PC
Horas jogadas: 100+
Ano de lançamento: 2013

Conceitos principais:

O jogo se passa um certo tempo após o terceiro, e assim sendo não entrarei em detalhes sobre as partes que poderiam gerar spoilers. Você começa o jogo já em uma batalha pela sua sobrevivência no caribe. Logo após esses eventos, temos a introdução do real protagonista da história, você. Digo isso pois você é o mais novo contratado da Abstergo, um estúdio que trabalha com memórias escondidas no DNA de uma pessoa.

Você, em seu primeiro trabalho, deve entrar na pele de um pirata do século XVIII chamado de Edward Kenway. Um jovem galês que quer ganhar uma vida melhor para ele e sua esposa, navegando nos mares caribenhos como um corsário, um pirata legalizado.

Nesse jogo você deve então, lutar com unhas e dentes, enganar e mentir, beber muito rum e saquear navios para conseguir o objetivo de Kenway.


Experiência pessoal:

Eu joguei esse jogo pela primeira vez logo na semana de seu lançamento, eu sou um aficionado pela série Assassin’s Creed, joguei todos os jogos e li quase todos os livros, apenas não o último.

Após terminar esse jogo, não conseguia tirar a trilha sonora da cabeça, principalmente as músicas cantadas pela sua tripulação, e a última música do jogo, a qual é a minha favorita de todos os tempos. O que me leva a um ponto de suma importância nesse jogo, a trilha sonora, é fantástica, mas o melhor, é historicamente correta! Mais um ponto positivo para ele.
   
Defeitos:

O jogo possui diversos erros de renderização, alguns cômicos, como seu navio cair do céu, mas outros mais chatos, como você ficar preso embaixo do seu navio e morrer afogado. Ou ainda a história que não é o ponto mais forte do jogo, mas que ainda é boa. No final,  nenhum deles compromete a jogatina.


Extras:

Resolvi deixar alguns aspectos, além das características principais hoje, para dar motivos extras para jogar esse jogo em específico.

A trilha sonora é fantástica, como eu já disse ali em cima, ela é escolhida a dedo, canções de marinheiros datadas desde o século XVI estão presentes no jogo, algumas datando ainda mais tempo.

Você estar navegando seu navio nos mares do Caribe, que é espetacularmente lindo. Ouvindo seus tripulantes cantando essas músicas, da forma que eram cantadas. É muito bom!

Outro extra, é a narrativa do jogo. Não a história, mas a interação entre os personagens, é você ouvir eles falando gírias desse período de tempo, é ver as dificuldades que levariam alguém a se tornar um pirata. Não por honra ou glórias, mas, e isso é uma frase diretamente do jogo, “Eu quero comida que não me adoeça, quero um tento que não deixe a chuva entrar e paredes que parem o vento...  Por cada xelim que eu ganhava na marinha, o capitão ganhava 600… Eu quero uma vida decente.”

E por final, a dublagem desse jogo, é fenomenal, Matt Ryan, no papel de Edward Kenway se mostrou a escolha perfeita. Assim como todos os outros personagens.

Conclusão:

Eu absolutamente amo esse jogo, é um jogo que eu posso jogar e rejogar por mais de meia dúzia de vezes e em todas elas, eu choro, eu gargalho diversas vezes. Eu me divirto! Eu não tenho palavras o suficiente para descrever esse jogo, ele não é perfeito, não existe isso de jogo perfeito. Mas ele é incrível e maravilhoso.

Eu recomendo a todos que joguem esse jogo, ou pelo menos leiam o livro, as duas mídias vão contar a mesma história, mas, no jogo, será ainda mais vivo e emocionante, isso eu lhe asseguro.


“Amar algo sem defeitos é simples como achar uma moeda na rua, não tem valor ou peso.
Mas conhecer os defeitos e amar mesmo assim, é algo incrível.”
Pat Rothfuss


Trailer:

  • Compartilhar:

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

2 comentários

  1. Que criativo esse post sobre análise de jogo, adorei! Já conhecia o jogo, mas não sou muito chegada não, apesar disso achei bem interessante e sua análise foi bem válida, muito bom!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!