Crítica - Annabelle 2: A Criação do Mal

Por Nahh lima - 24 agosto


Para quem não sabe, Annabelle é um filme de terror lançado em 2014, cuja história baseia-se em um dos casos investigados pelo casal de demonologistas Ed e Lorraine Warren. Em minha opinião, o primeiro filme da franquia não foi lá essas coisas, contudo, deixando de lado essa impressão sobre o primeiro filme, decidi ir ao cinema e dar mais uma chance para a história da boneca Annabelle. E acredito ter acertado nessa decisão...

Dirigido por David F. Sandberg, que ganhou destaque pelo seu curta metragem Lights Out (Quando as Luzes se Apagam), Annabelle 2: A Criação do Mal foi para mim uma grande evolução do primeiro filme, não somente porque contextualizou sobre a origem do mal que habita a boneca, como também porque acertou em criar um clímax de tensão e medo nos espectadores.

Em um primeiro instante, o filme começa de forma tranquila, nos mostrando a confecção da boneca e também como era a vida do artesão que a criou e de sua família, mulher e filha. E é claro, descobrimos o trágico acidente que deu fim a vida da filha do casal. Mas esse fato, para quem já havia assistido aos trailers, já era conhecido, portanto, até aqui não temos novidades.

Entretanto, a história começa mesmo há alguns anos após esse acidente, quando este mesmo casal aceita em sua casa algumas crianças, juntamente com uma freira, que eram moradoras de um orfanato que foi fechado. A partir daí, a calmaria que se deu por muitos anos na casa, é ameaçada e o mal que devastou a família anos antes, ameaça voltar.

Bem, não pretendo entrar muito na história, pois não quero dar nenhum spoiler a vocês, o que posso dizer é que gostei muito do filme, que na minha opinião acertou de várias formas, no ritmo da narrativa que não é nem muito lento nem corrido demais e nos efeitos visuais (principalmente quando o mal se manifesta).

Confesso a vocês que não sou a maior fã desse gênero de filmes, contudo, este conseguiu prender a minha atenção e despertar o meu interesse. Diferentemente de alguns filmes que utilizam mais de efeitos do tipo luzes se apagando ou objetos se movendo, Annabelle 2 mescla dois aspectos dos filmes de terror, este que acabei de citar, que dá um toque de tensão, e também o de personificar o mal, dando um rosto, forma e garras para o mesmo. Eu particularmente gosto dessa personificação, me parece mais real.

Na minha opinião, em comparação ao primeiro filme, Annabelle 2 ganha tanto no quesito história como na quesito terror, nos dando sustos muito bons e nos fazendo ver e temer o mal que está na boneca.

Outro aspecto que achei interessante é o elenco ser em sua maioria meninas, crianças, o que ao meu ver foi algo interessante, principalmente pelo fato de que nós nos apegamos mais facilmente a crianças, temos aquele instinto de protegê-las, sabe? Isso torna a história mais interessante, pois, apegados aos personagens nós começamos a ficar aflitos junto com eles, a ter medo e torcer por eles. E a propósito, também gostei das personagens, que apesar de serem um pouco sem graça no início do filme, no decorrer do mesmo elas começam a se mostrar mais interessantes, corajosas e até destemidas. Minhas salva de palmas vai para a Linda (Lulu Wilson). Eu adorei a personagem.

No mais, acredito que a minha única ressalva quanto ao filme é com uma cena que não me convenceu, ou pelo menos, me deixou confusa, que não fez sentido pra mim. A cena em questão é uma em que o demônio empurra a garota para dentro do galpão, mas ao invés de entrar e tentar pegar a menina, parece que ele ficou pra fora, as portas e janelas se fecham sozinhas e ele fica batendo, como se tivesse tentando entrar. Porque ele não entrou junto com a garota quando a empurrou? Entendem o que eu quero dizer? Não faz sentido.

De qualquer forma, esse é um filme muito bom e que recomendo que confiram.

Se ainda não assistiu, aqui está o trailer do filme...

  • Compartilhar:

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!