02 maio 2018

Vilões, como eles nos ajudam a sermos melhores


Para um jogo ser bem sucedido, ele não precisa necessariamente de uma história bem delineada, ou mesmo de uma história. Como podemos ver em Minecraft, onde ele não possuía basicamente nenhuma história nele quando ele estourou no mercado. E não estou criticando ele, o gênio desse jogo ficará para outro post. 

Contudo, se um jogo que possui uma história quiser ser lembrado, ele precisa de um bom vilão, um antagonista que ao mesmo tempo, opõe e complementa o protagonista, ou seja, alguém que complemente você. 

Isso pode parecer meio difícil, podemos pensar que somos muito diferentes, e como é que vamos fazer um antagonista que consiga agrupar todos nós? A resposta é simples, nós não somos tão diferentes assim. Nós temos muitas partes de acordo entre todos nós. 

E utilizando nossa natureza comum, podemos criar vilões que ao mesmo tempo, nos revoltam e nos fazem pensar, “Ele tem um ponto”. Nós podemos olhar para um antagonista, com uma história, que faz com que questionemos se nós não somos aqueles que estão do lado errado no jogo. Entretanto, ao mesmo tempo, com sua narrativa, nos faz pensar que o vilão ainda tem redenção, que ele pode se tornar um dos mocinhos.

Mas aí um jogo nos dá ainda mais uma parte do vilão memorável que faz com que ele ainda seja mais impressionante. Ele possui integridade. Essa integridade pode ser algo que falta nos aliados do protagonista. Nós podemos acabar respeitando mais o nosso adversário do que os nossos amigos. 

Tá, até aí tudo bem, temos um vilão memorável, joia, excelente. Mas então, como que fica a parte de nos fazer melhor?  

E essa é a parte que esses jogos brilham. Porque eles mostram esses vilões simpáticos, que muitas vezes, na mente deles, não são vilões, que estão certos. E isso nos leva a pensar,o quão longe devo ir para que eu me torne um, o que eu posso fazer para que isso não aconteça comigo? E isso daí, é como nós nos tornamos melhores, observando vilões de videogames.


Um comentário:

  1. Postagem bem interessante, amei :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!