13 agosto 2018

Resenha #100 - Quando a Noite Cai


Eu nunca gostei muito de literatura brasileira, mas sempre admirei quem gostava dos clássicos. Eu, Viviane, por um tempo achava que a literatura brasileira era somente os clássicos, aqueles que nunca consegui sair da primeira página... Mas, aí me apresentaram a Carina Rissi com seus livros emocionantes, românticos, e claro, com sua pitada de humor que não pode faltar! (Sim, eu amo essa mulher. E é claro que quando saiu "Quando a Noite Cai", eu tive que ler.

O livro é narrado em primeira pessoa, e durante toda essa história encantadora, a narrativa se alterna entre duas jovens, Briana e Ciara.

Briana mora no Brasil, e como muitas famílias brasileiras, estava passando por dificuldades financeiras. Como se não bastasse a falta de grana, ela passou na fila da má sorte um bocado de vezes, nunca vi igual.

Ela mora com sua mãe, uma cozinheira de mão cheia, que descobri ao decorrer do livro, e com sua irmã Aisla, que tem uma cicatriz no queixo que coça toda vez que algo bom irá acontecer em sua vida (quase sempre ela erra). Esse trio imbatível mora, e são donas, de uma pensão que herdaram da avó. Mas, como tudo no Brasil, a pensão não anda bem e só tem um hóspede, dona Lola, uma antiga atriz.


Briana, e sua falta de sorte, é o braço direito da mãe, e faz de tudo para ajudar na pensão para que sua irmã consiga terminar a faculdade. Mas, ela não consegue se manter em nenhum emprego, porque tudo que ela toca quebra ou sai voando.
Desistir nem sempre é perder. Muitas vezes abandonar o que não está funcionando é a única maneira de ter chance de um recomeço.
Ciara só aparece nesse livro nos sonhos de Briana. Há cinco longos anos Briana sonha que é uma princesa medieval da Irlanda que vive conflitos de guerra para defender seu povo, que ao meu ver, tem uma postura de uma mulher guerreira, realmente filha da Irlanda. E durante toda a trama aparece, nos sonhos, Lorcan. Lorcan ajuda Ciara em sua luta para recuperar seu reino e os dois se apaixonam perdidamente e - é claro - Briana, sendo Ciara nos sonhos, suspira a cada noite por Lorcan. A cada noite ela sonha com um novo capítulo da vida de Ciara e Lorcan, sempre com muitas espadas e fugas.
Sol – leio em voz alta. A grande estrela do universo. Não há escuridão enquanto ele fulgura, a vida floresce com seu poder. Não há trevas enquanto ele existir. É isso que Lorcan está me oferecendo. Meu próprio sol.

Briana perde empregos na mesma quantidade de vezes que mudamos de roupas todos os dias, e já sem esperanças ela acaba “atropelando” Gael O’Connor por acidente, nas suas andanças atrás de emprego. E por acaso, Lorcan e Gael tem uma semelhança imensa.

Briana não consegue acreditar no que vê, e mais ainda, no fato de que Gael esteja disposto a lhe dar um emprego como sua assistente pessoal. Não preciso nem dizer que os dois foram feitos um para o outro, mas até chegarem a essa conclusão eles percorrem uma maratona, que eu percorri com eles em três dias, e por diversas vezes, fiquei sem fôlego e achei que não teria lágrimas suficientes para deixar rolar até o final do livro, muitas delas de alegria, porque "ohh má sorte".
Essa é uma das coisas que eu mais amava nele. Além dos seus beijos. E a maneira reverente e apaixonada como ele me olhava. E do sorriso que fazia meu coração parecer uma escola de samba prestes a entrar na avenida. Mas a capacidade de deixar o clima leve mesmo quando assuntos mais sérios estavam á mesa também entrava na lista.

Carina Rissi conseguiu trazer uma mensagem bela, de que o perdão lava nossa alma, que nos liberta e que só depois de darmos o perdão a nós mesmos e aos outros, é que podemos começar uma nova fase, uma nova chance para uma nova história.
Perdoar exige muito mais: mais bravura, mais coragem, mais força. Para cicatrizar uma ferida, é preciso parar de cutucá-la, e só se consegue isso quando se esquece por algum tempo. Até que em uma manhã, você acorda e percebe que agora existe uma cicatriz no lugar, e que não dói mais, ainda que a marca nunca desapareça.
Então, sim, eu amo essa mulher, e adoraria ler qualquer coisa que ela escreva no seu dia a dia. Desejo a você uma leitura doce assim como Carina Rissi. Bjos.

FICHA TÉCNICA  
  

Nota do crítico: ★★★★★
Título: Quando a Noite Cai
Série: ------
Volume: Único
Gênero: Ficção / Romance
Autor/Organização: Carina Rissi
Editora: Verus
Selo: ------
Páginas: 448
Ano: 2017
Sinopse: Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos... e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar...



4 comentários:

  1. Eu amei sua resenha, ainda não li nenhum livro da autora e agora quero ler esse :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Munyque, fiquei muito feliz em saber que gostou da resenha. Eu super indico qualquer livro da Carina são todos maraaaaaa!
      Bjos.

      Excluir
  2. Olá Viviane!!!
    Sou uma das loucas por Carina e também como você antigamente achava que Literatura Brasileira era só os clássicos, mas comecei a arriscar nesse mundo quando li Eduardo Spohr e Carina Rissi mas porque achava que ambos livros eram internacionais e quando descobri que eram brasileiros já estava caindo de amores.
    Esse livro é um que está na minha lista de livros da Carina que quero ler e espero que logo eu possa fazer isso.
    Adorei a resenha!!!

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Antonia! Fico muito feliz que você tenha gostado da Resenha. E sim sou louca pela Carina e vou procurar este autor que você citou vai que eu goste né.
    Bjos

    ResponderExcluir

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!