28 fevereiro 2019

Crítica - Ela é demais para mim


Por indicação de um amigo, lá fui eu assistir Ela é demais pra mim, uma comédia romântica fofa daquele jeito que eu gosto haha', por isso eu tive que vir aqui contar pra vocês um pouco sobre esse filme que me arrancou muitos sorrisos. 

A trama do filme gira em torno de Kirk (Jay Baruchel) um jovem que não é do tipo que chama atenção das garotas, longe de ser o estereótipo perfeito, ele é magrinho, atrapalhado, tem um emprego num aeroporto e não tem muita possibilidade de evoluir, depois de dois anos ainda quer voltar com sua ex namorada que não dá a mínima pra ele e não é flor que se cheire e o mais grave, tem a auto-estima muito, muito baixa. 

Kirk tem um grupo de amigos, que trabalham com ele, eles costumam não ajudar muito com a sua auto-estima, já que o consideram um nota 5 apenas, e segundo eles, não dá pra pular mais que duas casas, ou seja um nota 5 só consegue uma mulher até nota 7, nem pensar em uma nota 10. 



Eis que o destino surge com Molly (Alice Eve) na vida de Kirk, eles se conhecem no aeroporto, Molly estava indo viajar a trabalho - ela trabalha organizando festas - passou pelo aeroporto fazendo todos olharem para ela, uma loira linda, sorridente, simpática, corpinho de dar inveja e como diriam os amigos de Kirk uma verdadeira nota 10. 

Molly acaba esquecendo seu celular quando vai pegar seus objetos de volta ao passar pelo raio-x e pede para Kirk ficar com ele e entregar para ela no dia seguinte numa festa. A partir daí começa o questionamento por parte dos amigos de Kirk da improbabilidade daquela mulher estar interessada nele. 

E já vou logo dizendo pois não é nenhum spoiler, acontece logo no começo do filme, sim ela está interessada em Kirk, e ele mal consegue acreditar nisso, conseguimos então acompanhar a felicidade e incertezas dele com relação a Molly. 

Kirk quer muito ficar com ela, mas se sente tão menos do que ela, em qualquer situação ele fica pra baixo por achar que não merece, que não está no nível daquela mulher incrível. 

Já Molly verdadeiramente gosta de Kirk, ela vê nele as qualidades que ele não vê, ela é muito mais que o exterior - gente é tão lindo ver como ela realmente se apaixonou por quem ele é.


Olha, eu fiquei apaixonada pela história, pelo drama do Kirk e porque a história mostra que estereótipos pouco importam, não existem pessoas feias e nota nenhuma pode separar duas pessoas que se apaixonam de verdade, que se apaixonam por mais do que os olhos podem ver. 

É um filme gostoso de assistir, daqueles que você não quer desgrudar os olhos até acabar e fica sorrindo feito besta. Anota aí pra assistir porque vale a pena. 

FICHA TÉCNICA    


Nota do crítico: ★★★☆♡
Título original: She's Out of My League
Origem: Estados Unidos
Gênero: Comédia Romântica 
Duração: 104 min
Trailer: Clique Aqui
Direção: Jim Field Smith
Ano: 2010
Sinopse: Kirk (Jay Baruchel) era motivo de piada entre os amigos quando o assunto era mulher. Até que um dia, sem querer, ele conheceu Molly (Alice Eve) e aí, o que antes era somente uma feliz coincidência virou uma grande aventura amorosa, temperada com muito humor e zoação dos colegas. Afinal de contas, como uma gata nota 10 pode ficar com um cara nota 5?



8 comentários:

  1. Eu amo esse tipo de história, sério. Ainda não tinha visto nada sobre essa, mas já tô doida para assistir!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kaila,

      Eu também amooo, assista você vai curtir muito.

      Beijos

      Excluir
  2. Eu curti muito o filme, não canso de vê-lo!

    Ótimo post!
    >>> https://blogjulianarabelo.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Esse filme parece ser bem amorzinho mesmo. Uma boa dica agora para esse feriado prolongado e chuvoso. =)
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
  4. Olá Jana!!!
    Eu acho que já vi esse filme na época em que parava em frente a TV e via os filmes da Sessão da Tarde.
    Realmente amo comédias assim e acho que realmente eu já assisti o mesmo e gostei muito na época do mesmo.
    Comédias românticas sempre são muito gostosas de se ver.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa,

      Comédia romântica não cansa nee kkkk

      Beijos

      Excluir

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!