27 fevereiro 2019

Ei, você...


Ei você...
Por que fizestes isso comigo?
Por que mentistes para mim?
Porque me magoaste tanto?
Por que me fizestes acreditar em você?

Por que me deixaste
 se entregar a essa paixão,
se não tinhas a intensão de me amar?
Porque?
Se apenas o que eu queria
Era a verdade
Mesmo que ela doesse



8 comentários:

  1. Oi Naty.
    Adorei o poema. São perguntas que sempre fazem parte de nós depois de uma decepção, independente do que se trata.
    Foi um poema lindo.
    Beijos.
    Fantástica Ficção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jessica
      Fico feliz que tenha gostado do texto.

      Beijos!!

      Excluir
  2. Nossa... Que triste. Eu sei bem como é passar por essas situações. Acho que quem realmente gosta, nao mente, nao traí e nem engana.

    www.heylou.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Louise
      Concordo com você. Quando gostamos de alguém, nos importamos com essa pessoa e portanto, queremos o seu bem, e não o contrário.
      Beijos!!

      Excluir
  3. Que poema lindo! É curtinho, mas bem profundo. E no fim é tudo o que sentimos quando soos enganados...
    Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Hanna
      Obrigado, que bom que gostou.
      É verdade, quando nos sentimos enganados por alguém inúmeras perguntas e sentimentos tomam o nosso pensamento.
      Beijos!!

      Excluir
  4. Eita, Naah??
    Atinja o nosso coração assim e dê um tapa na cara que dói menos rsrsrs
    Adorei sinceramente do fundo do meu coração.

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa kkk
      Fico extremamente contente em saber que gostou. Muito obrigado
      Beijos♥

      Excluir

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!