25 março 2019

Resenha #113 - A Última Carta de Amor


A Última Carta de Amor possui uma trama incrível e muito bem estruturada como é de costume nos livros da Jojo Moyes. 

Esse livro me chamou atenção especialmente por envolver cartas, sou fascinada por essa temática. E sem mistério já vou logo dizendo que não me decepcionei, muito pelo contrário, a estória me envolveu e me surpreendeu em muitos aspectos

Tudo começa com a reviravolta na vida Jennifer Stirling - uma mulher linda, com um guarda roupa imenso de vestidos maravilhosos, que precisa estar sempre perfeita para acompanhar seu marido, de quem depende financeiramente, em encontros sociais - que após um acidente perde parte da sua memória

Quando ela descobre as cartas de B. seus sentimentos a fazem ir se lembrando aos poucos do homem que amava e que a amava tão profundamente. Ao querer encontrar de volta seu grande amor e abandonar seu casamento a muito tempo falido, ela descobre algo que muda tudo
Eu amo você, nunca vou deixar de amá-la. Nunca amei ninguém antes de você e nunca haverá ninguém depois. 
Além de podermos acompanhar Jennifer nas reviravoltas - que não são poucas - da sua vida na década de 60, também acompanhamos Ellie Hawort no ano 2002, que é uma jovem jornalista tentando se firmar na carreira, que mora sozinha e tem um caso com um homem casado

Após Ellie encontrar cartas de amor tão lindas trocadas por um casal apaixonado tanto tempo atrás, ela fica intrigada e fascinada com aquele amor e tenta então descobrir mais sobre essa história. 
Saiba que você tem meu coração, minhas esperanças, em suas mãos.
Como eu disse o livro tem muitas reviravoltas, então não vou dizer muito mais da estória para que você possa se surpreender com todas elas. 

O livro tem essas duas perspectivas bem diferentes de Jennifer e Ellie, por isso no início é um pouco confuso, porém logo que entramos na trama se torna simples. Como eu disse, a trama é muito envolvente e a escrita da Jojo é muito fluída e gostosa de se ler. 

Eu me apaixonei pela história de amor de Jennifer e me apaixonei pelo desenvolvimento da trama tão complexa e bem estruturada, não deixando nenhuma ponta solta, mesmo tratando de duas histórias em paralelo, de épocas e pessoas diferentes. 


O modo como essas histórias se entrelaçam perfeitamente deixaram os olhinhos dessa aspirante a escritora brilhando! É um romance muito rico, com um desenvolvimento fluído e um final lindo. Fica aqui a minha veemente recomendação.

FICHA TÉCNICA  

Nota do crítico: ★★★★☆♡
Título: A Última Carta de Amor 
Série: ------
Volume: Único
Gênero: Drama / Ficção / Romance
Autor/Organização: Jojo Moyes 
Editora: Intrínseca
Selo: ------
Páginas: 384
Ano: 2012 
Sinopse: Londres, 1960. Ao acordar em um hospital após um acidente de carro, Jennifer Stirling não consegue se lembrar de nada. De volta à casa com o marido, ela tenta, em vão, recuperar a memória de sua antiga vida. Por mais que todos à sua volta pareçam atenciosos e amáveis, Jennifer falta alguma coisa. É então que ela descobre uma série de cartas de amor escondidas, endereçadas a ela e assinadas apenas por “B”, e percebe que não só estava vivendo um romance fora do casamento como também parecia disposta a arriscar tudo para ficar com seu amante. Quatro décadas depois, a jornalista Ellie Haworth encontra uma dessas cartas endereçadas a Jennifer durante uma pesquisa nos arquivos do jornal em que trabalhava. Obcecada com a ideia de reunir os protagonistas desse amor proibido — em parte porque ela mesma está envolvida com um homem casado —, Ellie começa a procurar “B”, sem desconfiar que, ao fazer isso, talvez encontre uma solução para os problemas do seu próprio relacionamento.




2 comentários:

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!