29 abril 2019

Crítica - Quarto de Guerra


Quarto de Guerra conta a história de uma família, Tony Jordan (T.C. Stallings), Elizabeth (Priscilla Shirer) e a filha Danielle (Alena Pitts). Aparentemente uma família perfeita e muito bem estável financeiramente, porém a realidade é preocupante, o casal briga mais do que consegue conversar e a filha acabou ficando de lado, se sentindo cada vez menos importante na vida dos pais. 

Mas, um certo dia em que Elizabeth, que é corretora de imóveis, vai visitar um cliente, encontra Clara Williams (Karen Abercrombie) uma senhora muito simpática que quando conhece Elizabeth e tem uma breve conversa com ela, sente que deve ajudar Elizabeth, que Deus tem um propósito na vida dela. 

É aí que Clara ensina a ela como lutar pela sua família da maneira correta, orando, deixando o trabalho nas mãos de Deus em vez de brigar com o seu marido, pois o verdadeiro inimigo não era ele. Clara incentiva Elizabeth a começar a ler a palavra de Deus e orar pela sua família, apenas orar e deixar Deus agir. 

"Não há espaço para você e Deus no trono do seu coração, é somente ele ou você. Precisa renunciar, se você quiser a vitória tem que se render primeiro." 

O começo é estranho para Elizabeth, mas ela decide lutar e a não deixar sua felicidade depender do acontece ao seu redor, mas depender apenas de Jesus. 


Tony, o marido de Elizabeth, fica confuso quando sua mulher não briga mais com ele e está sempre tranquila. As mudanças começam a acontecer e nós podemos acompanhar as dores e as lutas dessa família. 

"Olha, você até pode lutar contra sua esposa e talvez manter o controle. Mas se Deus está lutando por ela, pode vir pra academia todo dia, não vai adiantar nada." 

O filme realmente nos proporciona uma reflexão maravilhosa sobre a vida, sobre o amor, sobre Deus. Isso já basta para valer a pena assisti-lo, porém ainda temos muitos pontos positivos, os furos são mínimos, temos uma trilha sonora gostosa e a trama de desenvolve de forma leve. 


A personagem Clara, devo dizer, é sensacional o sentimento que nos provoca com suas reflexões, sua força e confiança em Deus. 

Eu super recomendo o filme, para todos os públicos. Vale a pena dar uma chance, manter a mente aberta e se deixar envolver pela trama, não vão se arrepender.


FICHA TÉCNICA    


      Nota do crítico: ★★★☆♡
Título original: War Room 
Origem: Estados Unidos
Gênero: Drama 
Duração: 120 min
Trailer: Clique Aqui
Direção: Alex Kendrick
Ano: 2015
Sinopse: O filme segue a vida de Tony Jordan e Elizabeth, um casal que aparentemente tem uma ótima vida, uma filha linda, a sua casa de sonho. Mas as aparências enganam. Na realidade, o casamento se tornou uma zona de guerra e sua filha é um dano colateral. Com a orientação de Miss Clara, uma mulher mais velha, e Sábia, Elizabeth descobre que pode começar a lutar por sua família ao invés de lutar contra ela. A medida que o poder da oração e fé de Elizabeth transforma a sua vida, Tony irá se juntar à luta e se tornar o homem que ele sabe que precisa de ser? Juntos, seu verdadeiro inimigo não tem uma oração.


4 comentários:

  1. Ahh que lindo!!
    Já ouvi falar muito sobre esse filme, mas até agora não tive a oportunidade de assisti-lo, infelizmente!
    Pretendo assistir o quanto antes, porque adorei a história demais!

    Bjos
    Início de Conversa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ooi!

      Eu também demorei bastante pra assisti-lo, mas nossa me atingiu forte. É lindo, assista! :D

      Beijos

      Excluir
  2. Já assisti esse filme duas vezes, todo mundo deveria assistir, vale muito a pena. Adorei seu post!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kaila,

      Concordo, todos deveriam assistir, é uma lição de vida.

      Beijos

      Excluir

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!