18 abril 2019

Crítica - Seven Days: Friday → Sunday


Seven Days: Friday → Sunday é a segunda e última parte da história do Seryou e Yuzuru, portanto, caso não tenha lido a primeira parte, aconselho que acessem primeiro o link abaixo para conferir.


No final do primeiro filme, terminamos com a cena do Seryou recebendo uma ligação da Shino, o que fez com que ele e o Yuzuru tivessem uma discussão. Esse é justamente o ponto de partida para o segundo filme.


Se na parte 1 da história o foco era eles se conhecendo e os seus sentimentos aflorando, nessa segunda parte vemos o sentimento de angustia tomando os personagens. Eles já sabem, ou estão percebendo, que sentem algo a mais pelo outro, mas o problema é que aquele relacionamento tem prazo de validade.

Bem, na verdade, ninguém estabeleceu explicitamente que o namoro só deveria durar uma semana, contudo, ainda assim, os últimos dias que restam dessa semana começam a pesar. Se por um lado o Seryou não sabe o que fazer, como falar para o Yuzuru que ele não quer que o relacionamento deles dure apenas um semana, por outro lado, o Yuzuro está finalmente caindo em si e percebendo que os seus sentimentos pelo Seryou são mais profundos do que pensava. Ele está com medo de que, quando chegar o final da semana, tudo acabe.
Koike-chan disse...
— Uma semana... é o bastante para um sonho, certo? Seryou definitivamente não te dará segundo round, após tudo.
Mas para mim, está semana é... Sete dias são suficientes para que eu me apaixone.

Eu sei... o enredo dessa história não é muito complexo, portanto, é fácil prever o que acontece no final. Mas mesmo assim, me senti aflita junto com os personagens. O Yuzuro por acreditar que o Seryou vai dispensá-lo porque ele ama a Shino. E o Seryou... bem, por sua personalidade retraída, que por muitas vezes me fez acreditar que ele não teria coragem de colocar para fora os seus pensamentos e sentimentos verdadeiros. 


Acredito que nem todos possam concordar comigo sobre essa história, mas eu realmente gostei de assistir Seven Days. Acho que me encantei pela leveza da história e por ela não tratar o romance entre dois homens como algo problemático. Esse deve ter sido um dos pontos que mais me atraíram na trama, pois ela foge da premissa de grande parte desse tipo romance.

Outro ponto que gostaria de ressaltar aqui é que gostei do ator que interpreta o Yuzuro, o Yamada James Takeshi. O achei expressivo, se é que posso usar essa palavra para descrevê-lo. De todo modo, ele foi o que mais me chamou a atenção e me transmitiu melhor os sentimentos do personagem.



Com relação ao desfecho, não irei contar é claro, apesar que vocês podem facilmente deduzir. Só o que irei dizer é que foi um final feliz, nada muito profundo e tocante, mas ainda assim foi gostoso de assistir.
O que eu queria muito dizer, mas não consegui dizer... Eu te amo.
A propósito, achei interessante que eles voltaram para o cenário do primeiro beijo dos dois. Não sei se foi proposital, se queriam dar um significado maior ao local e ao momento... de qualquer forma, achei interessante.

FICHA TÉCNICA   

Nota do crítico: ★★★★☆♡
Título original: セブンデイズ FRIDAY → SUNDAY
Origem: Japão
Gênero: Drama / Romance / Yaoi
Duração: 1h 22 min.
Trailer: Clique Aqui
Direção: Kenji Yokoi
Ano: 2015
Sinopse: Yuzuru perguntou a Touji como uma piada, que não esperava ser levada a sério. Touji aceitou, e Yuzuru sabia que ele era como o resto, relacionamento começado na segunda-feira, e abandonado no domingo. O que ele não esperava eram os sentimentos que foram além da amizade que surgiram. Agora é sexta-feira e o fim está se aproximando. Mas é isso? E quanto a Touji? Sexta começa o fim, mas domingo revela tudo. Baseado no mangá com o mesmo nome de Tachibana Venio!


8 comentários:

  1. Oi Nayara tudo bem? Conheço muito amnagá yaoi, mas nunca tinha visto um dorama, achei bem interessante pelo o que vc conta da resenha. Dica anotada!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mi
      Que bacana saber que você já gosta desse universo yaoi. Eu não li nenhum mangá do gênero até o momento. Mas conheço diversos doramas incríveis. Vale muito a pena conferir!

      Beijos

      Excluir
  2. Que saudade que eu tenho de assistir doramas, a faculdade não deixa! kkkk


    Beijos,
    Pri
    www.vintagepri.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pri
      Eu te entendo, a faculdade complica bastante a vida.
      Aliás, que doramas você já assistiu?

      Beijos!!

      Excluir
  3. Amei seu post, ainda não tinha visto nada sobre essa história, também nunca vi nada do tipo, fiquei curiosa!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kaila
      Fico feliz que tenha gostado e que a história tenha te deixado curiosa.

      Beijos!!

      Excluir
  4. Oi, Nah

    Eu não assisto esse tipo de filme, nem dorama nem nada. Não curto. Mas achei bacana o relacionamento homoafetivo não ser uma problemática na história.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tami
      Que pena que você não gosta.
      Concordo com você, foi bacana que a homossexualidade não tenha sido a problemática na história.

      Beijos

      Excluir

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!