21 outubro 2019

Crítica: Seis Vezes Confusão


Mais um grande trabalho do ator Marlon Wayans, um cara super talentoso e que nasceu para aquilo que faz: comédia. Seis Vezes Confusão estreou recentemente no catálogo da Netflix. Desta vez, Marlon se superou, interpretando seis papéis ao mesmo tempo.

Alan e a descoberta de seus seis irmãos gêmeos

Alan é o que poderíamos chamar de "o personagem principal", já que toda a história gira em torno dele, na busca do conhecimento por um passado apagado. Ele é um homem bem sucedido, com um bom emprego, uma bela casa e uma linda esposa que está gravida de seu primeiro filho. Ele nunca viveu pensando em seu passado ou quem era seus pais biológicos, já que ele cresceu em um orfanato, passando de família em família até chegar a sua fase adulta.


Tudo isso muda quando, na clínica médica, enquanto estavam realizando o ultrassom de seu filho, ele se vê numa situação onde é imprescindível os dados médicas de sua família. Neste ponto, começa a jornada de Alan na busca por sua família biológica. Ele só não contava com a existência de um irmão gêmeo, Russel, que inicia com ele as futuras grandes aventuras familiares do filme. Após conversar e trocar informações sobre o motivo de Alan estar ali, mais tarde, juntos, eles descobrem que sua mãe teve não dois, mas seis filhos gêmeos. Ao saberem deste fato, Alan decide ir atrás de cada um para conhecer, afinal, são seus irmãos, são sua família.


As mais loucas aventuras de uma família nada convencional e recém formada

A aparição de cada irmão é surpreendente. Como já temos ciência, o gênero é comédia, então o céu é o limite para como as coisas se desenrolam neste filme. Cada irmão leva uma vida totalmente oposta entre eles. O interessante está no processo de conhecimento de cada um deles e a forma como surgem no meio da história. Não somente isso, as peripécias que Alan e seus irmãos aprontam juntos é de fazer dar boas gargalhadas em alguns momentos.


Como um bom besteirol americano, Seis Vezes Confusão fez o que tinha de fazer, proporcionar entretenimento com boas doses de idiotices. A escolha de Marlon Wayans para o papel principal não poderia ter sido melhor executada, foi o ator perfeito para o filme. Como um bom amante de filmes idiotas, faço esta recomendação para vocês. Embora não seja uma comédia que te faça prender total atenção com os eventos que se desenvolvem ao longo do tempo, ainda assim é útil para passar o tempo e, caso não seja o seu gênero preferido, conhecer novas categorias. No mais, é uma comédia que vale a pena ser assistida.

FICHA TÉCNICA


Nota do crítico: 
★★★★☆
Título: Seis Vezes Confusão
Outros títulos: Sextuplets
Gênero: Comédia
Autor/Organização: Michael Tiddes (Diretor do filme)
Estúdio: Wayans Alvarez Productions
Selo: ------
Ano: 16 de agosto de 2019
Sinopse: Prestes a ter um filho, Alan decide encontrar sua mãe biológica, e ao conhecê-la, descobre que tem mais cinco irmãos gêmeos. Com a ajuda de um deles - Russel -, Alan resolve embarcar em uma louca viagem para encontrar e reunir o resto da turma que esteve na barriga com ele.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!