Resenha - Vestido Vermelho de Sangue

Por F.S.Kate - 22 maio


Classificação:
★★
Título: Vestido Vermelho de Sangue
Gênero: Conto / Fantasia
Autora: Amanda Ághata
Editora: Arwen
Páginas: 4
Ano: 2016

Sinopse:

Era uma vez...uma rainha muito má, que queria controlar todos os reinos dos contos de fadas. Cansada dos finais felizes — principalmente das bruxas e madrastas incompetentes — resolve fazer um pacto com o bom senhor das trevas, Mefisto, para conquistar o poder de Taleland. Porém, o dissimulado demônio começa a agir sozinho, possuindo o corpo dos príncipes e transformando-os em Generais das trevas a fim de trazer o submundo aos domínios. Bestas, espíritos e criaturas infernais, começaram a aterrorizar os contos de fadas e cabe às princesas derrotar as trevas e expulsar Mefisto do corpo de seus amados, para assim salvar todo o reino. O que será que vai acontecer nesta batalha épica, onde as mocinhas terão que se tornar verdadeiras guerreiras? Conte-nos vocês! Convocamos todas as princesas dos contos de fadas para embarcar nesta aventura! Peguem suas winchesters e seus kits contra as trevas! A caçada começa agora!

Resenha:

Essa é resenha do conto Vestido Vermelho Sangue da nossa autora parceira Amanda Ághata, contido na antologia Demontale - As Matadoras do Submundo. 

Se trata de um conto de fantasia, contando um episódio da história de Elisa, uma princesa que desde sua infância acredita nas histórias contadas pelo tio de que ela nasceu para ser uma caçadora de demônios. 

Porém, os pais, o rei e a rainha descordam veementemente disso e a criticam por ler livros sobre o assunto e acreditar nas histórias do tio. 

Mas, numa noite de comemorações no castelo, Elisa vê algo diferente no olhar de um príncipe e seu instinto diz que algo errado está acontecendo. 

Então de repente toda a situação muda. O tio aparece desesperado dizendo que teve uma visão, bestas aparecem, pessoas saem correndo, o rei entra em pânico e no meio disso tudo, Elisa sente que sabe o que fazer e que quer fazer aquilo. Ela nasceu para ser uma caçadora de demônios

Mas será que ela consegue efetivamente lidar com aquilo? Já que tudo que ela sabe sobre demônios é o que tem nos livros e as histórias do tio. 

Bom, eu particularmente achei que a história andou um pouco depressa demais. Os acontecimentos foram do normal para a loucura sem muita previsão, entendo que seja um conto e os acontecimentos são rápidos, porém a falta de um pouco mais ligações me deixou com um pé atrás. 

Mas, para quem gosta de fantasia e histórias curtas, esse é um conto rápido e fácil de ler.

Para quem se interessou por este conto, acredito que irá gostar dos outros contos da antologia também, já que são todos nesse estilo. Deixo aqui o link para a compra do livro e também o link para que você possa conhecer mais da autora desse conto. 



Até mais pessoal, 


Beijooos! 


  • Compartilhar:

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

0 comentários