09 abril 2018

TAG - #Diferentona


Estava querendo trazer uma nova tag aqui para o blog e por isso decidi dar uma pesquisada por aí para ver se encontrava alguma interessante. Durante as minhas visitas, em diversos blogs, acabei me deparando com a tag #DIFERENTONA, no blog Leituras e Gatices, e como achei ela muito legal, resolvi respondê-la aqui no blog também.

Vamos as minhas resposta...

1. Só eu que li? - Um livro que a maioria das pessoas desconhece, mas você leu.

Li esse livro graças a uma antiga parceria com a Editora Draco. Esse é um dos primeiros livros nacionais que eu li e do qual eu amei ter tido a oportunidade de conhecer.

Super Desapegada é um chick lit muito gostoso e leve para ler, tanto que não só fiz resenha dele aqui no blog, como também indiquei para várias pessoas lerem. (Não que alguma delas tenha realmente lido kkkk).

Apesar de eu a considerar uma história muito boa e recomendar para as pessoas, infelizmente não vejo ele tendo muita visibilidade. Até hoje não conheci ninguém que já tenha lido ele também, o que é uma pena.

Leia a resenha aqui >>  Super Desapegada
  

2. Só eu que não gostei? - Um livro aclamado, menos por você.

Esse livro é complicado de falar, pois tenho medo das pessoas quererem me matar kkkk.

Por indicação da minha amiga, Jana, e como parte da minha lista da aposta, acabei lendo Um Dia, ou melhor, acabei me torturando por dias para conseguir terminar.

Por favor, não entendam errado. Eu sei que tem muitas pessoas que amam esse livro e também reconheço que a escrita do autor é boa. A questão é que eu simplesmente não gosto desse tipo de história. Ao meu ver o enredo ficou o tempo todo no vai e não vai, e quando eu esperava que tudo se justificaria no final, o autor veio e me surpreendeu. Infelizmente, essa surpresa pra mim não foi boa e só serviu para concluir que eu não curti a história do começo ao fim.

Fazer o que? Essa é a minha opinião. Eu espero que, caso tenha lido esse livro, a sua experiência tenha sido melhor que a minha.
  

3. Só eu que vi apenas o filme? - Um livro que você quer muito ler, mas só assistiu ao filme.

Não só assisti o filme, como o assisti diversas vezes. E toda vez que assisto fico encantada com a história e os personagens. Provavelmente seja por isso que sempre que penso no livro, me sinto extremamente culpada por ainda não ter lido.

A questão, é que estou com muito receio de ler ele, pois não sou muito de ler clássicos. Atualmente prefiro ler apenas livros contemporâneos.

Mas já comprei o livro e o deixo aqui na minha estante, assim, quando me sentir mais segura para me aventurar nessa leitura ou até mesmo, ter amadurecido mais nas minhas leituras, posso pegá-lo para ler.
  

4. Só eu que não li nada dele(a)? - Um autor famoso de quem você nunca leu um livro.

Meu pai amado... nem eu acredito que ainda não li nenhum dos livros da Carina Rissi.

Eu sei muito bem, minha gente, que ela é uma das autoras nacionais mais conhecidas e elogiadas. Sei muito bem que muita gente considera os livros dela maravilhosos. Contudo, infelizmente, ainda não li nenhum.

Por que isso? Olha, acho que nem eu sei explicar. Simplesmente acabo lendo outros livros e esquecendo de pegar um dos dela para ler. E quando vou lembrar dela, geralmente estou lendo algum outro livro. Vai entender...


5. Só eu que gostei do malvado? - Um livro com um vilão (ou não-herói) pelo qual você torceu mais do que pelo mocinho.

Eu pensei, pensei e pensei bastante nessa pergunta, mas infelizmente, ficarei devendo uma respostas, pois, de todos os livros que li, não consegui encontrar nenhum vilão ou não-herói que eu tenha gostado mais do que o mocinho :(


6. Só eu que acho que panela velha é que faz comida boa? - Um livro já desgastado, mas que você ama.

Iiiiii... essa é outra pergunta que não tenho resposta. Dessa vez é porque eu simplesmente não tenho esse hábito de reler livros. Até já pensei em reler alguns, mas até o momento, nenhum dessas leitura foi para frente.


7. Só eu que leio nacionais? - Um autor nacional que você adora.

Tá, preciso confessar que não li todos os livros da Josy Stoque ainda, mas não tem como eu não colocá-la aqui.

Ela não somente é uma autora nacional, mulher e parceira aqui do blog, mas também é uma das autoras que mais admiro. Essa mulher escreve muito, e digo isso nos dois sentidos, tanto em quantidade quanto em qualidade.

Acho que um dos pontos principais que gosto em suas histórias é a forma como ela constrói os personagens femininos, sempre mulheres fortes, guerreiras e destemidas. Ela ARRASA!!

Leia as resenhas >> Eu Nunca e Puro Êxtase


8. Só eu que amo clássicos? - Um livro clássico que você gostou.

Como já disse em algumas das perguntas anteriores, não costumo ler clássicos. Os únicos clássicos que li até o momento foram os infantis ou infanto-juvenis.

Por esse motivo, decidi escolher para essa resposta o livro O Pequeno Príncipe, pois é uma história curta, fofa e singela, mas que ao mesmo tempo é profunda o suficiente para trazer diversas lições de vida.

Esse é um daqueles livros para ter na sua estante e ler em diversas fases diferentes da vida, e em cada uma delas você provavelmente encontrará um novo aprendizado com ela.

Por isso, o livro está na minha lista de compras...
  

9. Só eu que li antes de virar filme? - Um livro que foi/vai ser adaptado para o cinema e você leu antes.

Gente, que orgulho que dá poder falar que você leu um livro antes dele ser adaptado para o cinema, antes até de ser anunciado que ele teria uma adaptação.

Jogador Nº 1 é uma história extremamente incrível. O autor criou todo um mundo tecnológico, um mundo que nos deixa fascinados apenas imaginando cada cena e cada aspecto criados por ele. Uma história com personagens cativantes e diversas referências nerds.

Eu simplesmente adorei ter imergido nessa história, e por mais que tenha sido breve, ter vivido diversas aventuras junto com o Wade Watts.
  


10. Só eu que odiei o (a) principal? - Personagem principal que você odiou.

Começo dizendo que faz muito tempo que li A Casa das Orquídeas e por isso, não lembro muito bem de todos os aspectos da história. Contudo, convenhamos que algumas emoções e sensações são tão fortes que não conseguimos esquecê-las. 

Nesse caso, o personagem Harry Crawford, me causou tanta raiva durante a leitura do livro, que apesar de tanto tempo passado, ainda não consegui superá-lo.

O livro em si não é ruim, só esse personagem mesmo que é terrível.

Leia a resenha >> A Casa das Orquídeas




2 comentários:

  1. Olá Nahh!!!
    Eu não acredito que você está adiando ler "Orgulho e Preconceito"!?
    Vamos pegar esse livrinho maravilhoso da tia Austen e desencalhá-lo da sua estante, pois eu sou apaixonada pelos livros da autora.
    Além disso, também estou chocada que você não leu nada da Carina mas vamos depois ter um papinho que lhe digo por qual dela você deve começar ;)

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isa
      Pois é menina, eu estou devendo ler os livros dessas autoras faz tempo, eu sei. Por isso, entendo o seu choque kkkk
      Vamos bater um papo, sim. Pode me indicar os livros da Carina para ler :)

      Excluir

Espero que tenha gostado do post de hoje. Não esqueça de deixar seu comentário, assim poderei saber se gostou ou não do post, e se devo trazer mais deste conteúdo para o blog.

Ahh, e aproveite e deixe seu link, para que nós do AB possamos retribuir sua visita!